25 janeiro 2011

Resenha - Maldosas: Pretty Little Liars

Maldosas: Pretty Little Liars (Pretty Little Liars)
Autora: Sara Sharped
Tradução: Fal Azevedo
Editora: Rocco

Maldosas é o primeiro livro da coleção Pretty Little Liars, que tem no total 8 livros, de Sara Sharped. A coleção virou um dos Best Sellers Teens no exterior, e teve um sucesso ainda maior quando os livros viraram série de TV, em Junho do ano passado. Todo esse sucesso é facilmente explicável: A história é, logo de cara, viciante. Ela conta a história de quatro meninas que tem que lidar com o sumiço de Ali DiLaurentis, grande amiga das quatro e grande ídolo de qualquer menina da cidade, e com o surgimento de -A, algum anônimo que passa a enviar mensagens para as quatro ameaçando-as com os segredos que Alisson sabia. O livro é como um prólogo dos outros livros, então se você viu a série e quer comprar o livro para conhecer a história mais detalhada, bem não é isso que você vai conseguir. O que você vai conseguir, na verdade, é uma visão completamente diferente da série. De começo, a trama é bem mais dirty do que se pode imaginar. Os momentos são mais chocantes, os erros são mais sujos e o passado mais atormentador. E toda essa caracteística tóxica que consegue ser maior que a esperada cai muito bem com o modo direto em que Sara Sharped escreve. Por isso ela usa bastante várias referências com marcas, músicas e outros nomes próprios, evitando muitas vezes os adjetivos bucólicos amados pelos autores de jovens. Isso é até interessante no início, mas depois fica realmente cansativo. Além disso te também a linguagem nem um pouco poética utilizada, que, por muitos momentos chega a ser rude; e a tradução, que se embaralha em certos momentos e não segue muito bem as inúmeras referências deixadas pela autora. Maldosas, então, tem uma história completamente invejável e com um desenvolver magnífico, mas o modo de como ela é contada é não é dos melhores.